NOTÍCIAS DA ENERGISA

Manutenção preventiva de árvores pode prevenir acidentes com rede elétrica

Empresa incentiva o reaproveitamento de galhadas para compostagem e a manutenção preventiva com segurança

17/05/2022 às 16:56

Manutenção preventiva de árvores pode prevenir acidentes com rede elétrica

Uma boa estratégia para amenizar as altas temperaturas nos centros urbanos, a arborização proporciona vários benefícios, como proteção contra os ventos, absorção da poluição e, claro, a preservação da nossa flora. Porém, mesmo algo tão positivo, precisa ser feito com atenção. Ao plantar árvores de grande porte nas calçadas, por exemplo, os moradores podem acabar colhendo prejuízos no futuro.

Ao chegar próximo à rede elétrica, os galhos das árvores podem causar não apenas a interrupção no fornecimento de energia, mas provocar curtos-circuitos, rompimento dos cabos e, dependendo da situação, até causar incêndios. “Manter a vegetação longe da rede elétrica é uma medida de segurança para todos. E o cuidado deve começar desde o plantio das árvores, observando a distância correta em relação à rede de energia elétrica. Para evitar danos, é fundamental haver podas preventivas”, explica a coordenadora de saúde e segurança da Energisa Tocantins, Luciana Teixeira.

Só no Tocantins, foram registradas 5.984 ocorrências por árvore na rede em 2021, o que representa cerca de 4,72% das interrupções de energia. Para evitar ocorrências deste tipo, a Energisa Tocantins investiu quase R$ 30 milhões nos últimos três anos em veículos e equipamentos para uso das equipes que executam o serviço de manutenção preventiva.

O que a Energisa faz

Para preparar profissionais e empresas especializadas na contenção das galhadas, a Energisa realizou entre abril e maio, workshops em Palmas, Araguaína, Gurupi, Guaraí e Porto Nacional, com o objetivo de promover a prevenção de acidentes com choque elétrico e quedas.

Além do treinamento, a empresa destina as galhadas e folhas podadas para instituições e prefeituras para diversos fins, como a produção de adubo orgânico e cobertura vegetal do solo. Em 2021, por exemplo, a Energisa destinou para a Escola Família Agrícola (EFA), de Porto Nacional, mais de 40 mil quilos de folhas e galhos triturados.

Este ano, a empresa pretende destinar o material verde para Araguaína e Gurupi, onde estão acontecendo ações de manutenção preventiva. Esta atividade é contínua e acontece de acordo com a demanda nos municípios.

O que você pode fazer

Caso perceba que as árvores próximas à sua casa estejam embaixo da rede elétrica, mantenha a poda em dia. “Os serviços de manutenção no espaço público são de responsabilidade das prefeituras. E, em áreas privadas, cabe ao proprietário, responsável pelo imóvel ou condomínio contratar um profissional para isso. Porém, quando os galhos tocam ou estão muito próximos aos cabos de energia, a Energisa precisa ser acionada, por questões de segurança”, explica o analista ambiental da Energisa Tocantins, Miguel Pinter. “Antes de plantar em qualquer espaço público é fundamental consultar a Prefeitura do seu município para saber das orientações necessárias, inclusive em relação à rede elétrica”, reforça o analista.


Créditos do Texto: Ascom ETO
Créditos da Imagem: Ascom ETO